Dia de aprender

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

O último Dia de Campo, ocorrido no dia 24 de agosto, foi uma oportunidade única de adquirir novos conhecimentos sobre a agricultura orgânica. Na ocasião, o produtor associado da ADAO-GO, Neri Ferlim, abriu as portas da sua propriedade, que fica dentro da Fazenda Santa Branca, no município de Teresópolis, para que consumidores e produtores conhecessem a sua realidade de produção.

Em um primeiro momento, Neri expôs o tipo de manejo utilizado no cultivo das hortaliças (como brócolis e alface), exemplo claro de que o trabalho com os produtos orgânicos vai além da ausência de agrotóxicos nas verduras, legumes e frutas. Todo o sistema de produção é pensado de acordo com o que o meio ambiente pode oferecer, o tempo de maturação das frutas, a utilização de compostos orgânicos, a sazonalidade dos produtos etc..

Mas o aprendizado não parou por aí. As plantações do produtor da ADAO-GO Wesson Francisco de Paiva, também na Fazenda Santa Branca, possibilitaram o conhecimento de outros tipos de cultivos, como a fruticultura e as agroflorestas. Com as energias renovadas após um almoço com ingredientes orgânicos, uma visita a Ecovila finalizou o Dia de Campo, com explicações sobre o funcionamento e manutenção de toda a Santa Branca, principalmente do condomínio ecológico.

Um dos maiores objetivos das visitas técnicas é a integração entre os consumidores e produtores, o que gera confiança entre as duas pontas do mercado. A troca de experiências e informações é outra vantagem desses encontros mensais, pois problemas como a dificuldade de venda, a falta de incentivo e de mão-de-obra especializada podem ser constatados, discutidos e até mesmo solucionados.

CEFET-GO - Mais de 30 estudantes, além de professores, do Centro Federal de Educação Tecnológica de Goiás (Cefet-Go) de Rio Verde também estiveram em Teresópolis. Vindos da zona rural de Ouroana, distrito de Rio Verde-Go, os jovens sofrem a pressão da soja, cana-de-açúcar e pecuária, que têm avançado sobre a região.

Acostumados a desenvolver atividades de gado de leite e lavoura, durante a visita eles puderam conhecer outros sistemas de produção, bem diferentes daqueles praticados nas grandes propriedades. Para este público, enfim, o Dia de Campo demonstrou que há caminhos em meio à avalanche da monocultura de exportação, além de selar uma promissora parceria com a ADAO-GO. (Vítor Santana)

1 comentários:

juarez.marodrigues disse...

Parabéns aos organizadores do dia de campo na fazenda santa branca, especialmente a Lisbete, Claudia Moreira e Marcelo, assim como aos produtories orgânicos Neri, Wessom e Antonio da Ecovila.
Agradecemos muito a atenção e a dedicação de vcs tanto na preparação e realizaçaõ desse evento. A participação foi muito enriquecedora para todos, e foi bastante elogiada pelos professores e estudantes do "Curso de formaçao inicial em agroecologia" do Programa Escola de Fábrica-desnvolvido graças a parceria entre o CEFET de Rio Verde e Insitituto de Assistência a Menores-IAM de Rio Verde.
abrs
Ps Colocamos-nos à disposição de vcs para atividades nas áreas afins, lembrando também que alguns estudantes ficaram interessadíssimos no estágio.
prof. Juarez Rodrigues- CEFET de Rio Verde-GO.